free website hit counter

AJUDE - AÇÕES


JOGOS ONLINE - GRÁTIS - JOGUE E CONCORRA A BRINDES EM DÓLAR

Qual seu Estado ? Cidade:

CIDADE - ESTADO

Voluntarios Promovem Inclusao De Teatro Musica E Skate A Rotina Escolar Em Rondonia


Fonte: https://chicoterra.com/2017/12/04/voluntarios-promovem-inclusao-de-teatro-musica-e-skate-a-rotina-escolar-em-rondonia/


Voltar

Voluntários promovem inclusão de teatro, música e skate à rotina escolar em Rondônia – AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB segunda-feira, dezembro 18, 2017 Últimos: AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB Cultura & informação da Amazônia para todo o planeta desde 11 de novembro de 2000 Doe para este site Amazônia Rondônia  Voluntários promovem inclusão de teatro, música e skate à rotina escolar em Rondônia dezembro 4, 2017dezembro 4, 2017 chicoterra 0 comentários Rondônia, voluntariado Escolas que, além das disciplinas convencionais, incluam música, teatro, escalada, skate, dança e esporte parece ser o sonho de todo estudante e, em Rondônia, isso se tornou possível este ano através do projeto Amigos Voluntários do Educando. Ao todo, 5.427 pessoas estão inscritas no programa e gradativamente são incorporadas a rede estadual de ensino. Atualmente, 247 voluntários estão ativos e auxiliam na alimentação escolar, na limpeza e também como educadores sociais nas mais diferentes áreas de saberes. A expectativa da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) é inserir mais 200 em 2018. Eles recebem um ajuda de custo de R$ 27 por dia trabalhado, mas a recompensa maior é ajudar jovens a despertarem o interesse pela aprendizagem e descobrirem seus talentos. A escola estadual Lydia Johnson de Macedo, em Porto Velho, é uma das 106 escolas contempladas com essa iniciativa no Estado. Lá, o desafio é diferente. Na escola funciona o projeto piloto do programa Asas do Saber do governo de Rondônia, que tem como público-alvo estudantes que haviam abandonado a escola. Uma desistência provocada por diversos conflitos sociais, como envolvimento com drogas, prostituição, criminalidade e também pelo desinteresse pelo modelo tradicional de educação. E é para deixar para traz a forma tradicional de ensinar que a escola tem inserido os voluntários. Segundo o diretor Alcir Tavares da Silva, a escola conta com cinco voluntários na área de arte e cultura e outros três no auxílio à alimentação e limpeza. ‘‘A participação deles é muito importante pelo fato de trazerem conhecimento em diferentes áreas que agregam valores na qualidade de ensino. E aqui, como é uma escola com ensino integral, essas aulas fazem com que o dia do estudante seja prazeroso e que ele esteja motivado a estar aqui’’, afirma. Para o diretor, o projeto Amigos Voluntários do Educando veio somar com o cenário inovador da Lydia Johnson. ‘‘O programa Asas do Saber é inovador em todos os sentidos. A Lydia Johnson agrega o trabalho de pessoas comprometidas, que têm um conhecimento diferenciado e são motivados a trabalhar com jovens com todo tipo de dificuldade social, o que faz com que o ensino aqui seja um sucesso’’, garante. Um dos voluntários é o agente de limpeza escolar Quelmo da Silva Lins, 36 anos. Ele é formado em Letras, mas o que ama mesmo fazer é música e essa é a disciplina que compartilha com os estudantes da Lydia Johnson. O voluntariado não é uma novidade para ele, que já havia dado aulas em outras escolas. ‘‘Me interessei por este projeto pela vontade de ajudar ao próximo mesmo, porque financeiramente não se compara com o que é pago por instituições particulares’’, disse. Uma motivação inspirada na própria história de vida. De origem humilde, Quelmo sabe muito bem que são poucas as oportunidades de aprender música com pouco recurso. Ele mesmo estudou guitarra, bateria, piano, técnica vocal e canto lírico em escolas públicas de música. Atualmente, ele divide o tempo entre o trabalho de agente de limpeza pela manhã, o voluntariado à tarde e ainda é músico à noite. Quelmo conta que o esforço vale a pena ao ver a dedicação dos estudantes. ‘‘Eles são muito esforçados. O que eu peço para eles fazerem, eles fazem mesmo. Em outros lugares não é assim’’, afirma. Com quatro violões e um teclado, os estudantes têm conseguido desenvolver habilidades musicais e inclusive fizeram uma apresentação na escola que deixou o professor orgulhoso. ‘‘Eu sempre incentivo eles a aproveitarem essa oportunidade. Inclusive criei um grupo de WhatsApp para eles tirarem dúvidas, sou um amigo mesmo. Me sinto muito bem em saber que através deste trabalho é possível ter pelo menos dois ou três que decidirão seguir pelo caminho bom, a estudar e até  a ter a música como profissão’’, disse Quelmo. O ator João Alfredo Seubert, 55 anos, compartilha os cerca de 25 anos na carreira de Artes Cênicas com os estudantes. Natural do Rio de Janeiro, João disse que vê nessa iniciativa uma oportunidade de aproximar os estudantes com essa área profissional. ‘‘Eu estava sem emprego há seis meses e vi nesse projeto a chance de ajudar esses adolescentes, além de fazer o que gosto, que é o teatro’’, conta. No Rio de Janeiro, Seubert já fez parte do elenco de atores de uma das grandes emissoras nacional e também no teatro. ‘‘Lá tinha até que dispensar serviços, mas vim para cá por questões familiares e vi que o incentivo a cultura por aqui é mais devagar’’, aponta. Para ele, essa iniciativa do governo em inse
... ++ Mais

TAGS:

Voluntários promovem inclusão teatro música skate rotina escolar Rondônia AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO segunda-feira dezembro 2017 Últimos: AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO Cultura & informação Amazônia para todo planeta desde novembro 2000 para este site Amazônia Rondônia  Voluntários promovem inclusão teatro música skate rotina escolar Rondônia dezembro 2017dezembro 2017 chicoterra comentários Rondônia voluntariado Escolas além disciplinas convencionais incluam música teatro escalada skate dança esporte parece sonho todo estudante Rondônia isso tornou possível este através projeto Amigos Voluntários Educando. todo 5.427 pessoas estão inscritas programa gradativamente são incorporadas rede estadual ensino. Atualmente voluntários estão ativos auxiliam alimentação escolar limpeza também como educadores sociais mais diferentes áreas saberes. expectativa Secretaria Estado Educação (Seduc) inserir mais 2018. Eles recebem ajuda custo trabalh

HTML Box Comentário está carregando comentários ...