free website hit counter

AJUDE - AÇÕES


[$$ COMPRE BITCOIN E OUTRAS MOEDAS DIGITAIS COM CARTÃO DE CRÉDITO $$]

Qual seu Estado ? Cidade:

CIDADE - ESTADO

Obesidade De Criancas E Adolescentes Aumentou 10 Vezes Desde 1975 Diz Estudo


Fonte: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/obesidade-de-criancas-e-adolescentes-aumentou-10-vezes-desde-1975.ghtml


Voltar

Obesidade de crianças e adolescentes aumentou 10 vezes desde 1975, diz estudo | Bem Estar | G1 G1Bem EstarNotícias da sua região Centro Oeste voltar Nordeste voltar Norte voltar Sudeste voltar Sul voltar Obesidade de crianças e adolescentes aumentou 10 vezes desde 1975, diz estudo São 124 milhões de pessoas entre cinco e 19 anos consideradas obesas; Há cerca de 40 anos eram 11 milhões. Facebook Twitter email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp Por France Presse 11/10/2017 13h00 Atualizado 11/10/2017 13h24 Estudo foi divulgado nesta quarta pela OMS (Foto: Freeimages) O número de crianças e adolescentes obesos no mundo se multiplicou por mais de dez desde 1975, mas continua sendo menor que o de crianças abaixo do peso, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira (11). Se as tendências observadas nos últimos anos forem mantidas, a obesidade juvenil ultrapassará a insuficiência de peso até 2022, preveem os autores do estudo, publicado na revista médica britânica "The Lancet". Em 2016, 124 milhões de crianças e adolescentes de cinco a 19 anos eram considerados obesos, em comparação com 11 milhões em 1975, segundo o estudo realizado pelo Imperial College de Londres e a Organização Mundial da Saúde (OMS). O fenômeno é observado em todas as regiões do mundo. Os países mais afetados são algumas ilhas da Polinésia (mais de 30% de jovens de entre cinco e 19 anos nas ilhas Cook são obesos, por exemplo), enquanto esta porcentagem chega a 20% em países como Estados Unidos, Egito e Arábia Saudita. Obesidade cresce também no Brasil (Foto: AP Photo/M. Spencer Green, File) Embora esta tendência pareça ter se estabilizado nos últimos anos em alguns países ricos, continua se acentuando nos países de rendas baixas e médias. O número de crianças e adolescentes com insuficiência ponderal vem diminuindo lentamente desde 2000 em todas as regiões, exceto no sul e sudeste asiáticos e no centro, leste e oeste da África. No ano passado, 192 milhões de jovens e adolescentes sofriam de insuficiência de peso moderada ou grave, dois terços deles no sudeste da Ásia, principalmente na Índia, segundo os autores. "Continuam sendo necessárias políticas que alentem a segurança alimentar nos países e lares com rendas baixas", afirma Majid Ezzati, professor do Imperial College de Londres, que coordenou o estudo. "Mas nossos dados mostram que a transição da insuficiência ponderal para o sobrepeso e a obesidade pode ocorrer rapidamente, em uma transição nutricional pouco saudável, com um aumento em alimentos pobres em nutrientes e altos em calorias", acrescentou. "Há muito poucas políticas e programas que tentam tornar alimentos saudáveis, como cereais integrais e frutas e verduras frescas, acessíveis para as famílias pobres", disse em um comunicado que acompanha o estudo. MAIS DO G1 Eleições chilenasPiñera e Guillier disputam 2º turno presidencial acirrado neste domingo no ChileVotação deve ser equilibrada até o último minuto.há 3 horas Mundo Relógios adiantadosHorário de verão ficará mais curto a partir de 2018Decreto assinado por Temer transferiu o início do período de outubro para novembro.há 13 horas Economia EducaçãoBase Nacional Curricular não apaga as desigualdades, dizem especialistashá 3 horas Educação LoteriasSorteio de hoje da Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 39 milhõesCom o prêmio total, é possível receber R$ 167 mil mensais em rendimentos. há 9 horas Loterias Empréstimo ao RJPezão e Temer assinam liberação de R$ 2,9 bi para pagar saláriosServidores deverão receber primeiro o 13º de 2016 e os vencimentos de outubro.há 16 horas Rio de Janeiro Contagem de votosReforma da Previdência foi adiada para 'não constranger', diz Temerhá 11 horas Política São PauloCidade de São Paulo tem dois rios de água limpa; VÍDEO mostra onde ficamFamílias aproveitam calor para se refrescar às margens dos rios Monos e Capivari.há 1 hora São Paulo Risco à saúdeAnvisa divulga os novos avisos para embalagens de cigarroAdvertências deverão estar presentes nos maços até 25 de maio.há 13 horas Bem Estar AJUDA NAS REDESMorador de rua tem apelo divulgado na internet para encontrar cãoPublicitário postou vídeo nas redes sociais para ajudar morador de rua de Sorocaba, conhecido por pedir dinheiro com cão sobre os ombros.agora Sorocaba e Jundiaí Veja mais globo.com Globo Notícias © Copyright 2000-2017 Globo Comunicação e Participações S.A.
... ++ Mais

TAGS:

Obesidade crianças adolescentes aumentou vezes desde 1975 estudo Estar G1Bem EstarNotícias região Centro Oeste voltar Nordeste voltar Norte voltar Sudeste voltar voltar Obesidade crianças adolescentes aumentou vezes desde 1975 estudo São milhões pessoas entre cinco anos consideradas obesas; cerca anos eram milhões. Facebook Twitter email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp France Presse 11/10/2017 13h00 Atualizado 11/10/2017 13h24 Estudo divulgado nesta quarta pela (Foto: Freeimages) número crianças adolescentes obesos mundo multiplicou mais desde 1975 continua sendo menor crianças abaixo peso segundo estudo publicado nesta quarta-feira (11). tendências observadas últimos anos forem mantidas obesidade juvenil ultrapassará insuficiência peso até 2022 preveem autores estudo publicado revista médica britânica "The Lancet". 2016 milhões crianças adolescentes cinco anos eram considerados obesos comparação milhões 1975 segundo estudo realizado pelo Imperial College Londres Organização Mundial Saúde (OMS). fenômeno observado todas regiões mundo. países mais afetados são algumas ilhas Polinésia (mais jovens entre cinco anos ilhas Cook são obesos exemplo) enquanto esta porcentagem chega países como Estados Unidos Egito Arábia Saudita. Obesidade cresce também Brasil (Foto: Photo/M. Spencer Green File) Embora esta tendência pareça estabilizado últimos anos alguns países ricos continua acentuando países rendas baixas médias. número

HTML Box Comentário está carregando comentários ...