free website hit counter

AJUDE - AÇÕES


[$$ COMPRE BITCOIN E OUTRAS MOEDAS DIGITAIS COM CARTÃO DE CRÉDITO $$]

Qual seu Estado ? Cidade:

BRASILIA - DISTRITO FEDERAL

Filme 039 120 Batimentos Por Minuto 039 Vencedor Em Cannes Estreia Em Brasilia


Fonte: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/filme-120-batimentos-por-minuto-vencedor-em-cannes-estreia-em-brasilia.ghtml


Voltar

Filme '120 batimentos por minuto', vencedor em Cannes, estreia em Brasília | Distrito Federal | G1 G1Distrito FederalNotícias da sua região Centro Oeste voltar Nordeste voltar Norte voltar Sudeste voltar Sul voltar Filme '120 batimentos por minuto', vencedor em Cannes, estreia em Brasília Longa de Robin Campillo, venceu prêmio da crítica no festival em 2017. Filme conta luta do grupo ativista francês 'Act up' no combate à Aids e ao preconceito; veja programação do Cine Brasília. Facebook Twitter email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp Por G1 DF 11/01/2018 13h02 Atualizado 11/01/2018 13h02 Cena do filme '120 batimentos por minuto', do diretor franco-marroquinho Robin Campello (Foto: Divulgação) Vencedor do prêmio da crítica no Festival de Cannes de 2017, o longa de Robin Campillo "120 batimentos por minuto" estreia no Cine Brasília nesta quinta-feira (11). O filme conta a luta do grupo ativista francês "Act up" pela prevenção do vírus HIV e tratamento da Aids nos anos 1990. As sessões seguem até 17 de janeiro e a meia-entrada custa R$ 6. Uma espécie de ficção documental, o filme contém memórias do próprio diretor, que foi integrante do "Act up". Na trama, os ativistas enfretam a ala conservadora da sociedade, a indústria farmacêutica e o lobby feito em torno da venda de medicamentos para tratamento da Aids. Como pano de fundo para o desenrolar das lutas do grupo, Campillo insere o romance de um casal homossexual, que assume papel secundário na história. Em entrevista ao The Guardian, o direto franco-marroquinho disse que "tudo é verdade e tudo é ficção". Juiz de Fora contará com Rainbow Fest Brasil em 2017 (Foto: Foto: Aline Macedo) "Eu estive no Act up, mas obviamente naquela época eu não planejava fazer um filme sobre o que eu estava vivendo. Estranho, acho que eu era como uma máquina de gravação. Qando comecei a trabalhar no roteiro, muitos detalhes e situações voltaram à minha mente", disse ao portal britânico. "Eu não diria que é realidade, porque as memórias já são uma ficção de certa forma. Então não tentei recriar as pessoas da época, mas a eletricidade e os paradoxos que tínhamos entre nós." Ainda em cartaz Cena do filme 'The Square', dirigido por Ruben Östlund (Foto: Divulgação) Continuam em cartaz no Cine Brasília o filme pré-indicado ao Oscar "The square – A arte da discórdia", do diretor sueco Ruben Östlund, e "A primeira noite de um homem", clássico que lançou o ator Dustin Hoffman em 1967. O longa sueco, que pode vir a disputar o Oscar na categoria "melhor filme estrangeiro" em 2018, foi condecorado seis vezes pelo Prêmio do Cinema Europeu e recebeu a Palma de Ouro, do Festival de Cinema de Cannes. O filme conta a investida do gerente de um museu que decide contratar uma empresa para promover uma nova instalação na mídia e acaba gerando um grande embaraço. Ator norte-americano Dustin Hoffman (Foto: Reuters/Luke MacGregor) Já a produção norte-americana recebeu o Oscar no ano seguinte ao lançamento, em 1968, na categoria "melhor direção". O filme é a segunda obra do realizador Mike Nichols, conhecido por títulos como "Quem tem medo de Virginia Woolf?" (1966) e "Silkwood – Retrato de uma coragem" (1983). Programação Público assistindo filme do festival de cinema no Cine Brasília (Foto: André Borges/Agência Brasília) Quinta (11) Sexta (12) Sábado (13) Domingo (14) Segunda (15) Terça (16) Quarta (17) Veja mais notícias sobre a região no G1 DF. MAIS DO G1 Blog da Andréia SadiTemer nega ter pedido recursos para beneficiar empresas e critica 'agressividade' da PFPresidente enviou ao STF respostas para 50 perguntas no inquérito que apura se ele recebeu propina para editar decreto do setor de portos.há 2 horas Blog da Andréia Sadi Ex-governador do RJJustiça manda Cabral ao PR após suspeita de regalias em prisão no RJMoro fala em 'dificultar prática de novos crimes' e compara caso ao de Cunha.há 4 horas Rio de Janeiro Blog do Gerson CamarottiPR manterá espaço de vice da Caixa investigada, avisa líder do partidoJosé Rocha (BA) deu ultimato ao governo e disse que cargo continuará com o partido.há 2 horas Blog do Gerson Camarotti EducaçãoConsulta às notas do Enem é liberada; veja como consultarhá 5 horas Educação Balanço do EnemCai nº de redações nota mil; 205 desrespeitaram direitos humanos há 6 horas Enem 2017 Acidente em 2015Motorista é condenado por mortes de Cristiano Araújo e namoradahá 5 horas Goiás Febre amarelaRJ aplicará dose fracionada da vacina a partir do dia 25 há 54 minutos Rio de Janeiro Minas GeraisCompositor Flávio Henrique morre por febre amarela em BHhá 8 horas Minas Gerais Transporte públicoJustiça suspende leilão das linhas 5 e 17 do Metrô de SPPara juiz, valor mínimo da outorga é 'muito baixo', cerca de 3% do custo das obras.há 1 hora São Paulo Veja mais globo.com Globo Notícias © Copyright 2000-2018 Globo Comunicação e Participações S.A.
... ++ Mais

TAGS:

Filme '120 batimentos minuto' vencedor Cannes estreia Brasília Distrito Federal G1Distrito FederalNotícias região Centro Oeste voltar Nordeste voltar Norte voltar Sudeste voltar voltar Filme '120 batimentos minuto' vencedor Cannes estreia Brasília Longa Robin Campillo venceu prêmio crítica festival 2017. Filme conta luta grupo ativista francês 'Act up' combate Aids preconceito; veja programação Cine Brasília. Facebook Twitter email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp 11/01/2018 13h02 Atualizado 11/01/2018 13h02 Cena filme batimentos minuto diretor franco-marroquinho Robin Campello (Foto: Divulgação) Vencedor prêmio crítica Festival Cannes 2017 longa Robin Campillo "120 batimentos minuto" estreia Cine Brasília nesta quinta-feira (11). filme conta luta grupo ativista francês "Act pela prevenção vírus tratamento Aids anos 1990. sessões seguem até janeiro meia-entrada custa espécie ficção documental filme contém memórias próprio diretor integrante "Act up". trama ativistas enfretam conservadora sociedade indústria farmacêutica lobby feito torno venda medicamentos para tratamento Aids. Como pano fundo para desenrolar lutas grupo Campillo insere romance casal homossexual assume papel secundário história. entrevista Guardian direto franco-marroquinho disse "tudo verdade tudo ficção". Juiz Fora contará Rainbow Fest Brasil 2017 (Foto: Foto: Aline Macedo) estive obviamente naquela época não planejava fazer

HTML Box Comentário está carregando comentários ...